11/11/2012

Samsung Galaxy Y Duos - Review

Olá à todos! Se a pouco tempo era impossível encontrar smartphones dual chip com Android, hoje estamos abarrotados de opções, pelo menos na categoria de entrada. E desta veremos o review de um smartphone de entrada lançado pela Samsung e que possui suporte à tecnologia dual chip: o Galaxy Y Duos!



Especificações:

  • Tela LCD TFT de 3.14", capacitiva com 2 botões simultâneos, 256 mil cores, resol. de 240x320 pixels, densidade de 127ppi
  • Processador single core de 832Mhz ARM v.6
  • Memória RAM de 290MB (talvez 384MB)
  • Memória interna de 160MB para apps, suporte a cartãos micro SD até 32GB
  • Android 2.3 (Gingerbread)
  • Dual sim stand by
  • 3G HSDPA 7.2mbps, wi-fi b/g/b, bluetooth 3.0
  • Dimensões: 109.8 x 60 x 12 mm
  • Peso: 109 g



Hardware/ Tela

Levando-se em conta que o Galaxy Y Duos é um aparelho de entrada, a qualidade da sua tela de 3.14" é muito boa. Para quem está acostumado à aparelhos com telas maiores, a impressão que se tem é que tudo é muito apertado. Por causa do tamanho, aconselho as pessoas que forem navegar na internet ficarem mesmo na versão mobile do site, já que nessa forma a visualização fica mais confortável. Porém, existe algumas vantagens da tela pequena: além de deixar o aparelho mais compacto, os pixels não ficam tão aparentes.

Esse aparelho possui um processador single core de 832Mhz, com instruções ARM v.6. Está no mesmo nível de outros aparelhos dessa categoria e o Android 2.3 roda tranquilo nele. Esse processador não roda o flash, apesar de que isso está se tornando irrelevante, já que a Adobe está descontinuando o seu produto e nem mesmo no Google Play ele é encontrado.

A maior crítica para o hardware do aparelho são as memórias. A memória RAM teria apenas 290MB, valor muito baixo até para aparelhos de entrada. Porém, consultando alguns aplicativos, existe uma dúvida se não há mais memória, pois eles geralmente exibem um valor abaixo do anunciado pelo fabricante, já que o Android usa um pouco da memória para si mesmo. No Android System Info, por exemplo, o Galaxy Y
Duos exibe todos os 290MB de RAM disponíveis, o que pode sugerir que o aparelho tenha na verdade 384MB. Ainda é pouco, mas já é algo a mais.

E uma coisa que sinceramente eu não entendo, se o preço das memórias flash está cada vez mais baixo, por que os fabricantes insistem em lançar aparelhos com apenas 160MB de memória interna disponível? Como os apps precisam de memória interna e eles estão ficando cada vez maiores, essa memória fica cheia rapidamente e você é obrigado a desinstalar alguns apps para instalar outros.

Hoje em dia, até quem não teve experiência com smartphone, ao usá-lo logo percebe como é legal instalar apps e usa toda a memória rapidamente. Os aparelhos deveriam vir com pelo menos 1GB de memória interna para os apps.

Mas enfim, você conseguirá usar o aparelho para a maioria das tarefas sem problemas, com a ressalva da tela menor e de que alguns jogos mais pesados não rodarão, seja por falta de processamento, memória RAM ou flash.

Design

O aparelho tem a já bem conhecida aparência dos celulares da Samsung, que só voltou a inovar após o lançamento do Galaxy SIII. Ele é muito parecido com aparelhos como o Galaxy Ace, com o Star, com o primeiro Galaxy S... E mais uma vez, o plástico continua presente por todo o aparelho. Só a tela se salva. Se a Samsung já utiliza o plástico em excesso em seus aparelhos top, imagine com os modelos mais básicos...



Mas algo chama a atenção no Galaxy Y Duos. Seu tamanho diminuto, bastante discreto. Ele só não é fino, com seus 12mm de espessura. Seu peso é de 109 gramas.

Câmera

Com uma cãmera de 3.15MP, sem flash e foco fixo, não há muito a se esperar do aparelho. Como a grande maioria dos celulares, o Y Duos faz fotos razoáveis com boa luz. À noite ou no escuro, a quantidade de ruído é enorme e a falta de flash não ajuda em nada. Mas é uma câmera que quebra um bom galho numa emergência.



Interface/ Navegador

A já bem conhecida TouchWiz fica muito bem com o Galaxy Y Duos. Mesmo preferindo a interface pura ou outros launchers (interfaces para a tela), achei que a TouchWiz fez bem o seu papel e se adequou muito bem à tela do aparelho.

Já o navegador é um show à parte. Vemos que a Samsung cuidou muito bem disso, pois mesmo não sendo um aparelho muito poderoso, o navegador é fluído e rápido. Mesmo um site mais carregado roda bem. O zoom é muito rápido e fluído também. Comparado com o navegador do Atrix TV, por exemplo, ele dá de 10 a 0, mesmo este sendo um aparelho superior. Bem que a Motorola poderia se inspirar na Samsung e otimizar o seu navegador.

Dual chip

Aqui tivemos algumas considerações interessantes. Primeiro em relação ao funcionamento para mudar de chip. Nos aparelhos da Motorola, você vai até a tela de discagem, digita o número e em seguida clica no botão de chip 1 ou 2 para realizar a discagem. Já no Galaxy Y Duos, a opção para mudar de chip está na barra de notificações. Você precisa deslizar o dedo para abri-la, escolher qual chip você pretende usar e só depois discar o número.



A princípio, eu achei essa solução complicada e difícil de ser acionada. Mas depois vi que era apenas questão de costume. E até mesmo passei a preferir esse formato, porque depois que você ativa um chip, pode usá-lo o tempo que quiser para fazer ligações e enviar sms. O sim ativo fica aparecendo no topo da tela, na barra de notificações, impedindo que você confunda qual chip está disponível para realizar chamadas. E se quiser alterar, o processo é simples, rápido e fica sempre claro qual sim você está usando.

A segunda consideração é em relação ao modo dual sim ativo. Esse aparelho é um dual stand by, ou seja, ele mantem os dois chips ativos para receber ligações quando não está em uso. Ao fazer ou receber uma chamada em um dos chips, o outro fica inativo até o encerramento da ligação.



Porém, dentro das configurações dos cartões sim, existe uma opção para habilitar o dual sim ativo. Eu fiz um teste e habilitei essa função, mas infelizmente não funcionou. E nem iria mesmo funcionar, já que no manual há referências que o aparelho não suporta mesmo. Acredito que essa opção foi colocada para algum possível lançamento futuro pela Samsung, mas não custava nada eles terem desabilitado nesse aparelho para não nos dar falsas esperanças.

Alternativas

Se a algum tempo era difícil encontrar aparelho dual sim com Android, hoje as coisas são bem mais fáceis. Existe o LG Optimus Net Dual, o LG L3 e L5, Motorola Fire, Samsung Galaxy Y Pro Duos, Samsung Galaxy Ace Duos, todos encontrados com preços na faixa entre 400 e 800 reais. Existem aparelhos superiores, mas com preços acima de 800 reais, como o Atrix TV e o Galaxy S Duos.



Conclusão

Quem procura por um aparelho com Android, dual chip, de tamanho compacto, não quer gastar muito e não pretende jogar games muito pesados, o Galaxy Y Duos é uma boa alternativa. Para aqueles que estão deixando os celulares simples e começando no mundo dos smartphones, o Y Duos é um bom começo, mostrando as qualidades de um telefone inteligente sem esvaziar totalmente o seu bolso.


3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá Fábio! Td bm? Eu tenho uma dúvida, acho que vc pode me esclarecer. Bem, tenho galaxy y duos e gostaria de baixar mais aplicativos, porém a memória dele é limitada, tem como eu baixar os aplicativos no cartão sd ou mover os aplicativos da memória do celular para o cartão sd?? ou se posso excluir alguns app inicias q vem nele para poder ter mais memoria ?? ou se existem app que vao direito pra o cartao sd?? queria muiiito alguns dica a respeito disto

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andressa, oficialmente não há muito a fazer. Alguns apps permitem a instalação no cartão de memória, mas são poucos e mesmo assim eles ainda consomem uma parte da memória principal, enchendo-a. Existe uma forma de instalar apps no cartão de memória, mas é necessário fazer alguns procedimentos que não são muito simples. Futuramente pretendo colocar um tutorial.

      Excluir