31/12/2015

Galaxy J2 - Smartphone barato com Tela Amoled, TV digital, Dual SIM e 4G

A Samsung aumenta as opções da linha J, oferecendo o Galaxy J2, um smartphone barato, com tela Amoled, suporte à 2 chips e bom desempenho.

E essa é a melhor combinação que o Galaxy J2 pode oferecer. Preço bem em conta, na faixa dos 600 reais e com direito a uma tela Super Amoled, com cores vivas e ótimo contraste.

A linha J surgiu mais ou menos quando a linha E começou a sair do mercado. Apesar de ter sido uma pena, já que os Galaxy E ofereciam boas características e preço, a linha J parece ter substituída à altura. O Galaxy J2 é um dos aparelhos mais baratos dessa série e ainda assim oferece boas características.


A principal delas é a sua tela Super Amoled, de 4,7 polegadas. Ela oferece cores vivas e um excelente contraste. É um tipo de tela que costuma se destacar em relação às telas LCD. Mas para não prejudicar o preço final, a Samsung optou por uma tela com resolução qHD (960x540), que é um tanto baixa para os padrões atuais. Com uma densidade de 234 ppi, é possível ver os pontos na tela. Felizmente, isso não prejudica a qualidade final da tela, que está acima da média na categoria.

Uma vantagem da tela relativamente pequena é que ela deixa o aparelho bastante compacto e fácil de acomodá-lo em mãos e bolsos pequenos.

O J2 é vendido em 3 cores: Preta, branca e dourada. Esta última é a que mais chama a atenção, deixando-o com um visual mais elegante. Mas não se engane: o material usado no J2 é o bom e velho plástico, tanto nas bordas, quanto na tampa traseira. Apesar de simples, é um material robusto e resistente. A tampa traseira também pode ser removida, dando acesso à bateria, ao slot do cartão de memória e dos SIM Cards.

Em se tratando de desempenho, o J2 vem equipado com um chipset da própria Samsung, o Exynos 3475. Ele é formado por uma CPU ARM Cortex A7, de 32 bits, rodando a 1,3GHz; e uma GPU Mali T720. É o suficiente para rodar bem a interface do sistema, os aplicativos e também games, com nível de detalhes no mínimo. A CPU do J2 decepciona um pouco por ser um modelo antigo, mas a GPU gráfica compensa, sendo um modelo com desempenho superior à Adreno 306.

A bateria, de 2000 mAh, não chama a atenção pela capacidade, mas ainda assim ela garantiu um dia inteiro de duração, quando em uso alternado entre moderado e intenso. Porém, se você fica o tempo todo com a tela ligada, precisará recarrega-lo antes.

O J2 tem suporte para 2 chips simultâneos e conexão 4G. Ele também possui uma versão com TV digital HD, mostrando os programas com a mesma qualidade que vemos na TV. Com a TV ligada, conseguimos uma autonomia de 6 horas antes de precisarmos recarregar a bateria.

Conclusão

O Galaxy J2 é indicado para as pessoas que não querem gastar muito no compra de um smartphone e que curtem as telas amoled, precisam de suporte à 2 chips, 4G e TV digital. A versão dourada ainda garante um bom visual, mas pessoas discretas irão curtir as versões nas cores preta ou branca. E ele ainda conta com o Android na versão 5.1, Lollipop.






0 comentários:

Postar um comentário