29/06/2014

Galaxy Core Plus TV - Dual chip e TV Digital

Em mais um lançamento semanal da Samsung, fomos apresentados ao Galaxy Core Plus, um aparelho voltado ao mercado intermediário e com tudo o que o brasileiro quer: dual chip e TV digital. Mas essa não são as únicas boas características do aparelho.

O design do Galaxy Core Plus TV não tem nenhuma novidade para quem já está acostumado com os aparelhos da Samsung. Ele parece um mini Galaxy Note 2, com bordas arredondadas, área frontal com a mesma cor do resto do aparelho (branca ou preta), câmera frontal e sensores na parte superior, tela ao meio e o botão físico de início entre os botões capacitivos de voltar e menu.

O botão liga/ desliga está do lado direito e o de volume, no esquerdo. Na parte superior está a entrada para fone de ouvido no formato P2 e na inferior, além da entrada micro USB e do microfone. Aqui também está a antena para sintonização dos canais de TV, um local bastante curioso para uma antena.


 A tampa traseira é feita em plástico brilhante, um chamariz para arranhões e marcas de dedos. Então é bastante recomendável o uso de uma capa de proteção. Aliás, os aparelhos da Samsung sempre transmitem uma grande fragilidade pelo excesso de plástico, mas felizmente eles são mais resistentes do que parecem.

O Core Plus TV utiliza a mesma interface TouchWiz utilizada em outros aparelhos da linha Galaxy. Apesar de atualmente ser bastante criticada por ser pesada, ela é uma interface rápida e ágil, com poucos engasgos. Ela utiliza tons azulados, bons efeitos gráficos e ícones coloridos. Só os ícones da barra de notificações, em tom verde, são um pouco destoantes. No geral, é uma interface bonita e bastante coerente, apesar de ainda preferirmos o Android na versão pura, pois é mais leve e discreto.


A barra de notificações possui ícones para acesso à várias funcionalidades, como habilitar wi-fi e rede de dados, GPS, personalizar o áudio, etc. Também existe uma barra para controlar a intensidade do brilho. E por ser um aparelho dual SIM, ele também possui dois botões para alternar entre os chips.

Esse aparelho vem equipado com uma versão bem recente do Android, a 4.3 Jelly Bean. Vejam que não é a mais atual, a 4.4 KitKat. Mas isso não chega a ser um grande problema, já que as diferenças entre as duas versões são muito pequenas e a maioria nem sentiria diferenças em uma atualização. Agora, se você é daqueles que faz questão de estar com a versão mais atualizada, tenha em mente de que a Samsung raramente atualiza a versão do Android de sua linha intermediária e básica.



Com uma tela de 4,3 polegadas, o Core Plus TV oferece um bom equilíbrio em tamanho, não sendo nem grande, nem pequena demais. Mas dá para vermos o quanto as telas ficaram maiores, pois o Galaxy SII, um aparelho top há pouco mais de 2 anos tinha esse mesmo tamanho de tela.

Ela é do tipo LCD e utiliza um painel TFT que, apesar de inferior aos painéis IPS usados na linha LIII da LG, por exemplo, ainda sim garante uma boa qualidade de imagem. Sua resolução é de 800x480, o que dá uma densidade de 217ppi. Ela não compromete o uso do aparelho, mas ao vermos que existem aparelhos intermediários como o Moto G, que já possuem telas HD, é um pouco frustrante.

Ele vem equipado com um chipset Snapdragon 200, da Qualcomm, formado por uma CPU dual core ARM Cortex A7 de 1,2GHz e uma GPU gráfica Adreno 305. É um bom conjunto para um aparelho intermediário e é suficiente para rodar quase todas as aplicações Android sem engasgos. Somente com apps e games mais pesados, como o Asphalt 7 e 8 e Dead Trigger 2 poderão fazer com que o aparelho apresente lentidão. E mesmo assim, somente quando colocamos no nível de detalhes máximo.

E aqui, um ponto importante. Por causa da memória interna de apenas 4GB, que é parcialmente ocupada pelo sistema, nós nem conseguiríamos rodar esses games. Felizmente, é possível mover alguns apps da memória principal para um cartão de memória que esteja instalado. Infelizmente não funciona com todos os apps, mas em quase todos os jogos deu certo. Essa é uma forma de liberar memória principal para instalação de apps e contornar algo que seria um grande problema para o Core Plus TV.

Assim como o L5 II, da LG, o Core Plus TV vem com uma quantidade inusitada de memória RAM: 768MB. 1GB seria o ideal, mas pelo menos não sentimos falta de mais memória no uso diário.

Nos benchmarks, o Gore Plus TV fez 13047 pontos no Antutu e 8535 pontos no Quadrant. São pontuações parecidas com outros aparelhos com chipset Snapdragon 200, como o L70, da LG.

TV Digital

Uma das principais características do Core Plus TV é o acesso à TV digital no padrão 1-Seg. Principalmente agora, em tempos de Copa do Mundo. E a TV funcionou muito bem, com boa sintonia de canais, suporte à tirar fotos dos programas e até mesmo gravá-los para assistir depois. É possível até mesmo programar a gravação para um horário específico, uma mão-na-roda quando o programa vai passar em um horário que você não pode assistir.

A interface do app de TV é um dos melhores que já experimentei. É bonita, bem organizada e até mesmo a grade de programação é muito bonita. Ele permite também redimensionar o tamanho da janela, ativar ou desativar as legendas e ver detalhes sobre o programa exibido.

Outra característica bem legal é que você pode deixar a TV digital rodando em janela, ficando por cima da tela inicial ou até mesmo de outros apps! Dá para redimensionar essa janela e bastam dois toques para maximizá-la novamente . Esse recurso permite usar o aparelho, mesmo com a TV funcionando.

A única coisa que não gostamos é a posição da antena. Ela fica na parte inferior do aparelho, como acontece no SII TV. E como ela é relativamente frágil, você pode quebrá-la ao colocar no bolso sem retraí-la antes. Mas quando estamos assistindo TV, o natural é deixarmos o aparelho na posição horizontal e, nesse caso, a posição da TV não atrapalhou.

Dual chip

O Core Plus TV também tem suporte à 2 chips. Ele utiliza chips no padrão micro SIM e os slots estão debaixo da tampa, próximo à bateria. Na tela de configurações, existe uma opção exclusivamente para configuração dos SIM Cards. Dá para personalizar o ícone, nome e cor de cada SIM para facilitar a identificação.

Você pode também atribuir que somente um dos chips faça ligações e/ou envie chamadas. Essa é uma boa opção quando você utiliza um chip de voz e outro exclusivamente para dados. Mas ele te dá a opção também de sempre perguntar ou de utilizar o chip que está ativo.

Para escolher o chip ativo, basta ir na barra de notificações e clicar no ícone do SIM Card que deseja usar. Essa opção é bastante útil se você utiliza apps de telefone e mensagens de terceiros. Porém, se você vai permanecer com o discador e app de mensagens padrão do Core Plus TV, basta você selecionar o SIM Card que irá realizar a ligação ou enviar a mensagem. É muito fácil de usar.

Você pode utilizar rede de dados 3G em qualquer um dos chips, porém não simultaneamente. Você determina qual dos chips ficará com conexão 3G e o outro assumirá automaticamente o 2G. Mesmo assim, você consegue usar ou o 3G ou o 2G, de forma alternada apenas.

Por fim, o Core Plus TV fica com os 2 chips ativos apenas enquanto está aguardando chamadas. Ao realizar uma ligação em um dos chips, o outro fica automaticamente inativo até o término da ligação. Existe uma opção para que você continue recebendo chamadas do outro chip, porém essa é uma espécie de gambiarra, pois utiliza o recurso "siga-me" da operadora, encaminhando a chamada de um chip para outro. E nesse caso, há cobrança da chamada.

Câmera

Com 5MP e foco automático, a câmera traseira do Core Plus TV é boa, imaginando que trata-se de um aparelho intermediário. Não espere uma ótima qualidade de imagem, mas ele é suficiente para o uso no dia-a-dia. Fotos noturnas apresentam bastante ruído, o que pode ser minimizado com o uso do flash, que funcionou muito bem.

Já o modo de filmagem é bastante simples. A resolução máxima de gravação é de 720x480 (qualidade DVD). Durante a gravação, não é possível ajustar o foco tocando na tela. E um recurso bastante útil, de tirar fotos enquanto filma, não está presente no Core Plus TV. Pelo menos é possível dar zoom digital e existem alguns efeitos para escolher.

A câmera frontal tem resolução apenas VGA. Quem gosta de selfies com certeza não irá gostar da câmera frontal. Ela é indicada apenas para videochamadas.

Bateria

Aqui um ponto de atenção. Com apenas 1800 mAh, a bateria do Core Plus TV parece pequena demais, principalmente se pensarmos na TV digital e dual SIM. Mas a Samsung deve ter feito muitas otimizações para duração de bateria, pois ela durou mais do que pensávamos, aguentando das 8hs da manhã até às 21hs com uso entre moderado e intenso. Mas dificilmente aguentará mais de um dia de uso.

Conclusão

O mercado está repleto de opções de smartphone. E, com Copa do Mundo rolando, os fabricantes não deixaram de lançar muitos aparelhos com TV digital e também dual SIM, dois desejos do brasileiro. O Galaxy Core Plus TV parece representar bem esse desejo, possuindo um bom equilíbrio entre tamanho, recursos e preço. Ele parece ser uma evolução do Galaxy SII TV, pois tem as mesmas funcionalidades, mas ganhou mais tela e performance.

Com preço sugerido de 649 reais e podendo ser encontrado em promoções por até 550 reais, o Galaxy Core Plus TV é uma prova de que a Samsung sabe competir em preço quando necessário. Seu principal concorrente é o Moto E, da Motorola, que tem características muito semelhantes e um preço de 599 reais na versão dual chip com TV. E temos ainda o L65, da LG, também com características parecidíssimas e a mesma faixa de preço, um aparelho que queremos testar em breve aqui no Brasiligeeks. Felizmente, o brasileiro que quer um smartphone dual chip, com tv digital e bom preço, não tem do que reclamar.

Características:


  • Tela de 4,3", LCD TFT 800x480
  • CPU ARM Cortex A7 dual core 1,2GHz
  • GPU Adreno 305
  • Chipset Snapdragon 200
  • 768 MB de RAM
  • 4GB de memória interna + slot Micro SD
  • Câm. tras. 5MP c/ auto foco e flash, fima em 480p
  • Câm. frontal VGA
  • Android 4.3 (Jelly Bean)
  • wi-fi b/g/n, wi-fi direct, hotspot, bluetooth
  • A-GPS e GLONASS
  • dual chip
  • Bateria de 1800 mAh
  • Dimensões: 129,7 x 66 x 9,5 mm
  • Peso: 132,5 gramas







3 comentários:

  1. Gostei muito do comentário e teste do samsung core plus, mais estou na duvida entre o Samsung S3 neo e o Samsung S4 mini, qual o melhor? já assisti o video teste S4 mini, mas não encontro no site de voçês o video teste do S3 Neo. tem como disponibiliza-lo no site ou no youtube, seus videos são bem explicativos.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Qual modelo é melhor, esse ou LG L80?

    ResponderExcluir