02/03/2014

LG G Pad 8.3 - Tablet compacto com tela grande

Desde o Optimus Pad V900, lançado em maio de 2011, a LG não havia trazia um novo tablet no mercado. Foi uma longa ausência, talvez justificada pela falta de bons apps otimizados para tablets Android. Deve ter sido uma estratégia errada, pois nesse período a Samsung vendeu tablets "como água". Ou talvez a LG estivesse meio "perdida" nessa época, pois não parava de perder mercado de smartphones para a HTC, Sony, Motorola e para a própria Samsung.

Ela só conseguiu virar o jogo em 2012, com a bem sucedida linha L, seguida pela linha G e pelo Nexus 4, recuperando boa parte do mercado e voltando a estar entre os maiores fabricantes do mundo.

E agora que a área de smartphones voltou aos eixos, nada mais natural do que retornar ao mercado de tablets. E ela voltou em grande estilo, com o excelente LG G Pad 8.3.

Como o próprio nome sugere, o G Pad possui uma tela de 8,3 polegadas, com resolução de 1200 x 1920 pixels (acima de Full HD). Porém, o interessante é que seu tamanho é quase similar a um tablet de 7 polegadas, em função das bordas laterais que são muito finas.

O G Pad é vendido em duas cores, branca e preta. Sem botões frontais físicos ou capacitivos, ele lembra um pouco uma versão gigante do G2. Porém, seus botões de liga/ desliga e de volume não estão na parte de trás do aparelho e sim numa posição mais tradicional, no lado direito. Os botões de voltar, home e menu são virtuais e estão na própria tela. Em um tablet isso é uma grande vantagem, pois os botões estarão sempre no lado inferior da tela, não importando se você está usando o aparelho em modo retrato ou paisagem.


Design

Na parte superior está o conector P2 para fones de ouvido, um slot para cartões micro SD (oficialmente o G Pad 8.3 suporta cartões de até 64GB) e também o sensor de infravermelho. Isso mesmo: o G Pad 8.3 pode controlar TVs, DVDs, Blue Rays e qualquer equipamento que possua suporte à controle remoto infravermelho. Até mesmo Ar-condicionados podem ser controlados pelo G Pad.
O sensor infravermelho (à dir.) permite controlar aparelhos como TVs,
DVDs e Blue Rays.
Em sua parte inferior, uma grata supresa: o G Pad vem com um slot micro SD, que pode ser usado para conexão de dados e carregamento do aparelho. Essa é uma grande vantagem em relação aos tablets de outros fabricantes que usam conectores proprietários, pois você pode utilizar um carregador de smartphone comum para recarregar o G Pad.
Conector micro USB: compatibilidade com carregadores de smartphones.
Na traseira, podemos encontrar a câmera de 5MP, com foco automático. Ela não possui flash, mas faz gravações de vídeo em resolução full HD. Na traseira encontramos também dois alto-falantes, com som estéreo. Uma parte da traseira do G Pad é feita em plástico, porém a maior área do tablet é de alumínio, como no iPad.
Botões de volume e liga/desliga.
Além de relativamente compacto, o G Pad 8.3 é bastante leve: ele pesa apenas 338 gramas, exatamente o mesmo peso do Galaxy Note 8.0 e próximo aos 331 gramas do iPad mini retina (341 gramas na versão 4G). Curiosamente a sua espessura é de 8,3 mm, o mesmo número do tamanho da tela (8,3 polegadas).
Detalhe do slot para cartão micro SD.
Tela

Se pudesse resumir o G Pad 8.3 por um único quesito, sem dúvida seria a tela. Seja pelo tamanho, com 8,3 polegadas, que está em um meio termo entre os tablets de 7 e de 10 polegadas. A tela não é tão pequena, algo que as vezes causa uma sensação de falta de espaço para leitura, navegação... E também não é tão grande, prejudicando a portabilidade e aumentando o peso.
G Pad 8.3 (à esq.) ao lado do iPad mini retina. Tela de 8,3 contra 7,9"
Ou seja pela resolução. Com 1200 x 1920 pixels, o G Pad 8.3 tem uma densidade de 273 ppi. As imagens e textos são bem definidos e não é possível enxergar os pontos à olho nú. Mas a tela LCD com painel IPS garante um bom nível de cores e ângulo de visão. Não é de hoje que a LG tem feito boas telas. Mesmo não utilizando a tecnologia amoled, a qualidade de suas telas são realmente boas. Já constatamos isso no G2, no Optimus G Pro e não é diferente no G Pad 8.3.
Comparando a qualidade da tela do G Pad 8.3 (à esq.) com o Ipad mini retina.
Interface e Sistema

O G Pad 8.3 roda o Android 4.2.2 (Jelly Bean), com várias customizações realizadas pela LG. A aparência da interface é bastante diferente e divide opiniões. Desde os planos de fundo, passando pelos ícones de apps e pastas, formato do texto e plano de fundo da tela de configurações, tudo foi modificado. Porém, a ordem das opções e estrutura do sistema permanecem iguais. Você sabe que está usando um Android personalizado, mas que continua sendo um Android. É possível trocar os temas e na loja da LG existem várias opções gratuitas que podem ser baixadas. Se você gosta do Android puro, ainda é possível baixar um launcher como o Nova ou o Apex e personalizar parcialmente a interface.
O G Pad 8.3 possui 16GB de memória interna.
Porém, a LG não mexeu somente na aparência e adicionou alguns recursos interessantes ao G Pad 8.3. Os destaques são o Quick Memo, o QSlide, o QPair e o Deslize para a Lateral.


O Quick Memo já é bem conhecido e vem na maioria dos smartphones da LG. Ele tira um screenshot da tela e permite desenhar nele, salvando ou compartilhando depois. Você pode mudar a cor do traço, espessura, recortar uma parte da área... Ao invés da tela capturada, você pode usar um plano de fundo neutro também e, no caso do G Pad, existe um fundo que imita um vidro embaçado. Ao desenhar nele, é como se estivesse "limpando" esse vidro, formando um efeito muito interessante.

Já o QSlide são mini apps que podem ser executados sobre outros aplicativos. Eles são executados em janelas e podem ser redimensionados. Existe um botão que alterna o aplicativo para tela cheia ou janela e uma barra que deixa o app transparente, permitindo interagir com o aplicativo que está abaixo dele. Existem apps QSlide do navegador, player de vídeo, calendário, gerenciador de arquivos, email e calculadora. Até dois aplicativos QSlide podem ser executados ao mesmo tempo.
QSlide: mini apps, como navegador, por cima de outros apps.

Deixar o app QSlide transparente permite interagir com o aplicativo que está
abaixo dele.
O QPair é uma novidade do G Pad 8.3. Ele permite conectar a um smartphone que esteja com o aplicativo instalado (ele pode ser baixado na Play Store), exibindo mensagens e informações. Também é possível compartilhar a internet do smartphone com o G Pad utilizando o QPair. E não é necessário que o smartphone seja da LG para o aplicativo funcionar. Basta que rode o Android nas versões recentes.
QPair: Conexão do tablet com um smartphone para troca de informações e
compartilhamento da Internet.
Por fim, o Deslize para a Lateral permite "guardar" um aplicativo em seu estado atual. É como se o aplicativo estivesse em segundo plano, mas ele fica congelado no momento em que você utilizou o recurso. Para usá-lo, basta clicar na tela com 3 dedos, deslizando da direita para a esquerda. Para trazer o aplicativo de volta, basta fazer o contrário, deslizando 3 dedos da esquerda para a direita. Aí é só escolher qual app guardado pretende usar. É possível guardar até 3 apps simultaneamente.

O G Pad 8.3 ainda guarda outros recursos interessantes. O principal deles é o knock on, que é uma forma interessante de ligar e desligar a tela sem utilizar os botões físicos. Para isso, com a tela desligada, dê dois toques na tela e ela irá ligar. Já com a tela ligada, basta dar dois toques em um ponto vazio da tela inicial ou na barra de notificações. É um recurso simples e muito funcional.

Mas existem outros truques, como o que pausa automaticamente o vídeo quando paramos de olhar para a tela; e o que mantem a tela ligada enquanto estamos olhando para ela.

Quem está acostumado com uma disposição diferente dos botões virtuais, pode modificá-los nas configurações. E até é possível adicionar mais dois botões virtuais, um que dá acesso ao Quick Memo e outro que "puxa" a barra de notificações. Você também pode mudar a cor da barra, com 4 opções disponíveis.
O G Pad 8.3 permite escolher entre temas diferentes.

Câmera

Não espere muito da câmera do G Pad. Aliás, não espere muito de uma câmera de tablet. Ela quebra um galho em emergências, fazendo boas fotos em ambientes claros e filmando em full HD. Você pode inclusive fotografar enquanto filma, um recurso bastante útil. Porém, as imagens ficam um pouco borradas. Isso é mais acentuado à noite, quando ainda aparecem ruídos nas imagens. Mas existe uma vantagem em fotografar usando um tablet: é muito mais fácil exibir as fotos tiradas.


Câmera fronta de 1,3MP do G Pad 8.3

Desempenho

O G Pad 8.3 vem equipado com um chipset Snapdragon 600, da Qualcomm. Ele é formado por um processador quad core Krait 300 de 1,7GHz e GPU gráfica Adreno 320. Além disso, ele possui 2GB de memória RAM. Existem aparelhos com hardware mais poderoso. Mas o Snapdragon ainda dá muito bem conta do recado. E se compararmos com outros tablets, veremos que o G Pad 8.3 tem um desempenho superior ao Galaxy Note 8, Galaxy Tab 3, Asus Fonepad... Tablets que possuem um desempenho superior, como o Galaxy Note 10.1 2014 Edition ou os iPad Air/ mini retina também são bem mais caros e não são exatamente concorrentes diretos (em alguns pontos, talvez o iPad mini retina seja).


Mas o fato é que o G Pad 8.3 consegue lidar muito bem com quase todos os apps e jogos que estão no mercado. A única ressalva é que os jogos mais pesados lançados recentemente, como o Asphalt 8, não rodam com o máximo de efeitos gráficos. Mas se considerarmos que o Asphalt 8 nem sequer roda em muitos aparelhos, podemos concluir que o hardware do G Pad 8.3 é realmente muito bom.
Detalhe da tela do G Pad 8.3
Nos benchmarks, o G Pad 8.3 marcou 11760 pontos no Quadrant; 21063 pontos no AnTuTu; 2456 pontos no teste de HTML 5 e 615 pontos no teste Metal, ambos do Vellamo; 7899 pontos no teste Ice Storm, 5234 no teste Ice Storm Extreme e 7595 no Ice Storm Unlimited, todos do 3DMark.


Conclusão 

Custando entre 900 e 1100 reais, o tablet G Pad 8.3 é uma das melhores opções em sua faixa de preço. A qualidade da imagem de sua tela e de seu hardware são superiores ao Galaxy Note 8.0 e Galaxy Tab 3, seus principais concorrentes. A LG só ficou devendo uma opção com 3G ou 4G embutido. Mas para quem ficou tanto tempo fora desse mercado, ver que conseguiu voltar com um produto tão bom é admirável. Não foi à toa que o G Pad 8.3 disputava atenção da imprensa no cocktail de lançamento do LG G2. E hoje, com mais tempo para testes, podemos concluir que o G Pad tem tudo para ser um sucesso, pois traz um ótimo desempenho, aliado à tela com qualidade excepcional, tudo em um corpo compacto e leve.





7 comentários:

  1. Estou em duvida entre esse G Pad 8.3 e o Galaxy note 8.0. Qual você acha que é melhor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O G Pad 8.3 tem características superiores, até porque foi lançado a menos tempo. Ele tem uma tela de qualidade superior, seja na resolução (1200 x 1920 contra 800 x 1280 do Note 8.0), como na tecnologia: ambos tem uma tela LCD, mas o G Pad usa tecnologia IPS, superior ao TFT do Note 8.0. Desempenho também é superior no G Pad. A câmera do G Pad filma em 1080p contra 720p do Note 8.0. Porém, somente o Note 8.0 é vendido em versões com 3G, o que pode fazer a diferença. E o Note 8.0 acompanha a S-Pen, uma caneta que permite várias interações na tela.

      Excluir
  2. Pessoal do Brasiligeeks, vcs acham que a LG vai lançar o GPad aqui no Brasil em versão 3G ou 4G? Obrigado.

    ResponderExcluir
  3. Acabei de comprar um e adorei! Também gostei muito do seu video sobre ele, o melhor review em pt-br.

    ResponderExcluir
  4. Estou em duvida entre esse G Pad 8.3 e oTablet Samsung Galaxy TAB 3 T3110 qual voce acha que é melhor?

    ResponderExcluir
  5. vc ainda indicaria esse tablet hoje? ou na faixa de preço dele teria outro melhor? para uso exclusivamente para estudos.. videos e pdfs

    ResponderExcluir