10/11/2013

LG G2 - Review

A LG, que já foi sinônimo de celular e que disputava a liderança com Motorola, Samsung e até então Sony Ericsson, perdeu o bonde dos smartphones e caiu do 2º para o 5º lugar no ranking mundial. Ela lançou aparelhos bons, mas que não eram páreo para Samsung, Apple e HTC. Mas no ano passado ela acordou e lançou duas linhas que fizeram sucesso junto ao público: As séries L e G. Essa manobra a trouxe para o 3º lugar no ranking mundial de smartphones, atrás apenas de Samsung e Apple. E aqui no Brasil ela já está em 2º lugar. E finalmente ela resolveu demonstrar atenção para o público brasileiro, ao lançar em pouco tempo seu aparelho topo de linha, o LG G2, que vocês irão conhecer agora.

Design

O G2 é o sucessor do bem-sucedido Optimus G, que por sua vez é o "primo" do Nexus 4, do Google. O atual top de linha da LG possui um hardware poderoso, mas também vem com algumas soluções bastante originais, como a alteração do botão de volume e liga/desliga para a parte de trás do aparelho, logo abaixo da câmera. Segundo a LG, isso traz dois benefícios: diminui o tamanho das bordas da tela, pois não é necessário espaço para alocar o circuito impresso dos botões; e permite uma melhor "pegada" do aparelho, evitando quedas acidentais.

Se tudo isso é verdade ou apenas marketing, não sei dizer. Mas, apesar de parecer estranho no início, é fácil se acostumar com a disposição dos botões e na maior parte do tempo ele facilita o controle do volume. Porém, algumas vezes é necessário "caçar" os botões, já que eles não estão visíveis aos olhos.


E esses botões, além de controlar o volume, também podem acionar a câmera. O botão liga/desliga possui uma iluminação em sua borda que é usada para notificações. Ele complementa um segundo led de notificações, localizado na parte frontal do aparelho, que pode assumir diferentes cores, facilitando identificar o tipo de app que está pedindo a sua atenção. Ao lado desse led estão a câmera frontal de 2.1MP e os sensores de luminosidade e presença.
O botão de liga/desliga fica entre os botões de volume, que estão abaixo
da câmera de 13MP. No, os botões estão todos na traseira
Já que os botões estão na traseira, não existem outros botões nas laterais e isso é bastante curioso. Existe somente o slot para o cartão micro SIM. Na parte de cima do aparelho existe um microfone para cancelamento de ruídos e um sensor infravermelho. Isso mesmo, o G2 consegue controlar TVs, DVDs, Blu Rays e qualquer tipo de aparelho que tenha controle remoto infravermelho. Até mesmo um ar-condicionado!
À esquerda está o pequeno sensor infravermelho, para controlar TVs, DVD,
etc. No lado direito está o microfone p/ cancelamento de ruído.
Na parte de baixo estão dois alto-falantes (estéreo), separados pelo conector micro USB. O conector P2 para fone de ouvido também fica aqui. E na tampa traseira do G2, acima dos botões, estão a câmera de 13MP e o flash de led. A tampa traseira não é removível, impedindo a troca da bateria.
Alto-falante estéreo e conector do fone de ouvido se juntaram ao conector
micro USB, na parte inferior do aparelho
Ao olhar as fotos iniciais, não achei o G2 um aparelho bonito. Essa impressão só mudou ao ver o aparelho pessoalmente. A falta de botões nas laterais e na frente impressionam, assim como a tela de 5,2 polegadas, que toma praticamente toda a área frontal. E ainda é um aparelho bastante compacto, comparado com outros com tela do mesmo tamanho.

Mas de certa forma, o G2 perdeu um pouco da sofisticação que era encontrada no Optimus G. Enquanto que este possui uma traseira em vidro, o G2 é totalmente em plástico, com jeitão de aparelho da Samsung. Pelo menos isso o deixou mais resistente e evita o risco de ver a traseira do seu aparelho estilhaçado em uma queda.
Detalhe do led de notificações

Características


  • Tela 5,2" painel IPS, full HD (1920x1080), dens. 424 ppi
  • SOC Snapdragon 800, CPU Krait 400 quad core, 2,3GHz;
  • GPU Adreno 330
  • 2GB de RAM, 16GB de mem. interna, s/ slot micro SD
  • câm. tras. 13MP c/ auto foco, flash, estab. imagem, film. 1080p
  • câm. frontal 2.1MP, film. 1080p´
  • Android 4.2.2 (Jelly Bean)
  • 4G LTE, 3G HSDPA
  • wi-fi b/g/n, bluetooth 4.0
  • A-GPS, GLONASS
  • rádio FM, DLNA, Miracast, Wi-fi Direct
  • Bateria de 3000 mAh
  • Dimensões: 138.5 x 70.9 x 8.9 mm
  • Peso: 143 gramas


Hardware/ Tela
O G2 vem com o Android 4.2.2 (Jelly Bean)
O G2 possui o que há de melhor em termos de hardware: CPU Snapdragon 800, quad core, com clock de 2,3GHz; GPU gráfica Adreno 330, que hoje só é rivalizada pela GPU do Tegra 4, da nVidia; tela de 5,2 polegadas full HD, com painel IPS; memória RAM de 2GB e interna de 16GB; bluetooth 4.0; suporte ao 4G do Brasil... São características que rivalizam smartphones como Galaxy Note 3 e Xperia Z1. Comparado com o Note 3, o G2 só ficou devendo em memória (2GB contra 3GB do Note 3), espaço interno (16GB contra 32GB) e sensores (só o Note 3 possui sensor de temperatura, umidade e barômetro). Mas no que realmente importa, o G2 tem tudo que os outros tops de linha tem e ainda é mais barato, como veremos logo mais.
O Hardware do G2 impõe respeito

Quanto a tela, a única coisa que posso dizer: Ela é espetacular! Mesmo acreditando que uma resolução full HD (1920x1080) é muito para uma tela com menos de 6 polegadas, é inegável a qualidade das imagens do G2. Claro que a resolução é apenas um dos fatores, pois as cores, o ângulo de visão e a qualidade geral são muito boas. Mesmo com sites abertos utilizando o mínimo de zoom são legíveis e as letras continuam definidas. Será difícil alguém encontrar algum defeito na tela do G2. Os mais exigentes só notarão que o nível de preto e contraste não é tão bom quanto o das telas Amoled. Porém, as cores são mais próximas do real e não são saturadas como nas telas Amoled (apesar do fato de que gosto muito das cores saturadas).
Detalhe da tela: Ela é espetacular!

Interface
Alguns pontos da interface padrão da LG, como o discador, foram refeitos,
ficando com uma aparência mais sóbria
Assim, como a Samsung, a LG se distanciou da interface padrão do Android para criar uma própria. A estrutura permanece idêntica, porém a aparência mudou muito: fundos claros, ícones coloridos, vários efeitos de tela... O problema é que muitas pessoas não gostaram dessa interface, criticando principalmente os ícones.
A LG utiliza fundos claros e ícones coloridos. Mas a interface melhorou
Aqui, existem pelo menos duas boas notícias: É possível trocar o tema, que altera o papel de parede e o formato dos ícones, porém as cores dos menus permanecem iguais; na versão para o G2, a LG modificou alguns aspectos da interface, tornando-os mais refinados. Ainda existirão pessoas que não irão gostar, mas definitivamente ela ficou mais bonita e sóbria.
É possível configurar a ordem dos botões virtuais...

Além dos temas, também é possível alterar os tipos de transições de tela. E, ao fazer um gesto de pinça, você tem uma visão geral de todas as telas do G2, permitindo editá-las, exclui-las ou adicionar outras. Você pode ter um total de até 7 telas.
... e escolher a aparência também
Ao tocar e segurar um ponto vazio da tela, abre-se um painel que permite de maneira fácil adicionar atalhos para apps, widgets e papéis de parede em qualquer uma das telas. Você pode fazer isso através da gaveta de apps e widgets, porém não é tão prático se você pretender adicionar vários itens de uma só vez.

Sua barra de notificações traz atalhos para várias funções e apps, evitando vários cliques na tela de configuração. Nela também estão o controle de brilho e os Qslides, aplicativos que são abertos em uma janela. O aspecto negativo é que todos esses recursos ocupam uma boa área da barra de notificações, escondendo justamente um dos melhores recursos do Android: as notificações! Pelo menos, dessa vez a LG colocou um atalho para exibir/ ocultar a barra dos Qslides, aumentando o espaço.
As funções que estão na barra de notificações ocupam muito espaço...
Mesmo com uma aparência que não agrada à todos, não se pode negar que a LG fez um excelente trabalho de otimização, pois sua interface é bastante responsiva e fluida, raramente apresentando algum tipo de engasgo.
... mas pelo menos dessa vez a LG adicionou a opção de ocultar os ícones
do Qslide
Truques

Coreano gosta de truques, hein? Assim como a Samsung, a LG encheu seu aparelhos de truques, alguns úteis e outros nem tanto. O G2 possui um sensor que detecta que você está olhando o aparelho, evitando que a tela seja desligada; você pode silenciar uma ligação ao virar o aparelho para baixo; ao assistir um vídeo, ele pausa automaticamente ao parar de olhar para a tela; você pode mover um ícone entre as janelas ao clicar nele e movimentar o aparelho para os lados... e por aí vai.
Os Qslides são apps que são executados em janela e ficam por cima da área
de trabalho ou outros apps...
Além disso, temos os aplicativos Qslide, que funcionam de forma semelhante aos mini apps dos Galaxys. São aplicativos que abrem em uma janela e podem ficar por cima da tela e de outros apps. Eles podem ser redimensionados e ficar transparentes, permitindo acessar o aplicativo ou ícone que estiver abaixo deles. Existem aplicativos Qslide para o navegador, vídeo player, calculadora, bloco de notas, qmemo, entre outros. O único ponto negativo é que só podem ser abertos até dois Qslides simultaneamente. Para abrir um terceiro, você precisa fechar um outro antes.
... onde é possível deixá-lo transparentes para interagir com o app que está
embaixo.
Outro recurso diferente do G2 é o "deslize para a lateral". Funciona assim: Com um app aberto, você toca nele com 3 dedos e desliza para o lado esquerdo da tela. Ele fica "guardado" no estado que você o deixou. Para evocá-lo de volta, deslize com 3 dedos da esquerda para a direita. Dá para "guardar" até 3 apps.
Com o "deslize para a lateral" você pode "guardar" até 3 apps no estado
em que você os deixou, para uso posterior.
Ele também possui o aplicativo Quick Memo, já bem conhecido dos donos de aparelhos LG. Ele captura uma "screenshot" da tela, permitindo desenhar e escrever por cima dela, salvando ou compartilhando depois. É uma mão na roda para fazer anotações rápidas ou mandar um "mapinha" para alguém.

Conectividade

O G2 já vem pronto para acessar as redes 4G do Brasil e em nossos testes, as velocidades ainda são ótimas, sempre acima de 10Mb. O G2 ainda possui wi-fi b/g/n, NFC, bluetooth 4.0, A-GPS, GLONASS, DLNA, Miracast. Realmente a LG caprichou no suporte às tecnologias. Seu conector micro USB tem suporte à OTG (USB On The Go), permitindo a instalação (com adaptador) de teclados, mouses, pen drives e até algumas HDs externas. Também testamos com sucesso o adaptador de TV digital da Tivizen.

Desempenho

Claro que com um hardware de ponta, não poderíamos esperar outra coisa além de um desempenho impecável, seja em apps, jogos ou no sistema em geral. Todos os apps que testei rodaram tranquilamente. Estava com 15 apps em segundo plano, o navegador Chrome aberto com 13 abas e ainda assim o G2 tinha uma ótima resposta.

E a dupla Krait 400 (CPU) e Adreno 330 (GPU) do chipset Snapdragon 800 é o que há de melhor hoje para jogos. Somente aparelhos com esse SOC (System On Chip), como é o caso do G2, conseguem rodar games como Asphalt 8 em sua qualidade máxima. E jogos como Real Racing 3, Asphalt 7 e Dead Trigger 2 rodam macios no G2. Some isso à tela de 5,2 polegadas full HD e ao tamanho compacto do aparelho e você tem um videogame portátil e discreto para jogar no ônibus ou em uma fila qualquer.

Câmera

Eu já havia me surpreendido com a câmera de 13MP do Optimus G Pro. E não foi diferente no G2. A câmera é excelente, com disparos rápidos e truques bastante legais.
A câmera de 13MP c/ estabilizador ótico de imagem do LG G2 é
excelente!
A principal característica dessa câmera é o estabilizador ótico de imagem, que permite tirar fotos nítidas mesmo em movimento. Apesar de não fazer milagres, ela realmente melhora a estabilização da câmera, evitando aquelas fotos borradas. Nos vídeos ela é ainda melhor, diminuindo aquelas "tremedeiras" de quando filmamos sem um tripé.
A tela full HD permite ver os detalhes das páginas da Internet mesmo com
 o mínimo de zoom
A câmera do G2 permite "travar" o foco em um determinado objeto. Quando a câmera ou esse objeto se movimenta, o foco continua nele, evitando que outro objeto seja focado. Muito bom!

Também é possível tirar fotos ou filmar utilizando as duas câmeras do aparelho ao mesmo tempo. Isso permite que a pessoa que está filmando/ fotografando apareça também em uma janela, que pode ser posicionada e redimensionada. Inclusive durante a gravação.
A tela de bloqueio dispõe de atalhos para abrir apps.
A interface da câmera do G2 foi redesenhada e ficou mais agradável e simples, mesmo exibindo tantas possibilidades de efeitos, como HDR, dual shot, disparo contínuo...

Enfim, quem gosta de fotografia, vai adorar o G2 que, mesmo não exibindo a mesma qualidade dos Lumias mais caros, ainda sim registra fotos bem convincentes.
É impressionante como a tela do G2 ocupa quase toda área frontal.
Bateria


Com 3000 mAh, o tamanho da bateria do G2 já impressiona só pelos números. Mas e quanto à duração? Felizmente, ela entrega o que promete! O G2 consegue até 2 dias sem recarregar, se o uso for entre moderado e intenso (ler emails, navegar na internet, fazer/ receber ligações, acessar as redes sociais). Essa autonomia só será drasticamente afetada ao jogar games pesados. Mesmo assim ele suportou mais de 7 horas de jogatina, um número impressionante.

Preço
Mesmo custando menos que outros aparelhos top, o G2 vem com
acessórios de qualidade, inclusive um fone estiloso e com cabo flat.
Não que, custando 2000 reais, o G2 possa ser considerado uma pechincha... Mas ao comparar com outros aparelhos tops, como o Galaxy Note 3 (2900 reais), Xperia Z1 (2400 reais) e Xperia Z Ultra (2700 reais), o G2 pode ser considerado o melhor custo x benefício de sua categoria. E isso possuindo o mesmo hardware! E ele fica ainda mais interessante após encontrá-lo por até 1600 reais em algumas promoções... Nesse valor, ele quase encosta no Motorola Moto X, que tem um hardware inferior.
Detalhe da peça que é usada para ejetar o cartão micro SIM.
Conclusão

Com uma mudança de postura, a LG voltou a conquistar o mercado, seja através da parceria com o Google e o lançamento de dois aparelhos Nexus em sequência, seja pelo sucesso de sua linha L e G, que já estão na segunda geração. E fico feliz por ver que a LG resolveu dar importância ao Brasil também, trazendo o G2 pouco tempo depois do lançamento no exterior. Ou vocês se esqueceram dos sete meses que ela levou para trazer o Nexus 4 ou que o Optimus G chegou aqui pouco antes do anúncio do G2? Mas ela se redimiu ao trazer o G2 não só rapidamente, mas com um preço bem mais atraente do que os concorrentes, mesmo mantendo o hardware de ponta. Você tem o mesmo hardware que os tops de outros fabricantes e ainda paga menos. O maior defeito do G2 é não possuir saída para cartão de memória e ele só tem 16GB (10,1GB disponíveis), o que pode ser um problema à médio prazo. Mas isso não tira o brilho desse aparelho que, atualmente, é o melhor custo benefício entre os aparelhos de ponta. E, sabendo que os preços cairão ainda mais nos próximos meses, é certo de que o LG G2 será o aparelho topo de linha de muita gente.

5 comentários:

  1. Nossa !

    Eu estou particularmente apaixonado por este aparelho a um tempinho , e ja li e vi quase todos os videos e artigos sobre ele ( sério quase todos mesmo ) e esse é um dos melhores textos e mais completo também !!

    Parabéns ao Brasiligeeks e a LG :)

    ResponderExcluir
  2. Fábio, você pode fazer o review do Galaxy Tab 3 ?

    ResponderExcluir
  3. Ao que parece, ele o G2, não tem dois autofalante.Até agora ninguem testou se realmente há esta possibilidade.Ao tapar um dos "auto falante" da direita,o som abafa e o da esquerda,não há nenhum som,a não ser que o meu LG G2 D805 veio com defeito.Façam teste e verifiquem,e,por favor postem no sit.Obrigado

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pelo review! O aparelho de fato merece o destaque que conquistou pois oferece qualidade TOP por um preço adequado. Eu estou muito satisfeito e além disso, sanou minha duvida quanto a compatibilidade com o Tivizen. Valeu pessoal!

    ResponderExcluir
  5. É possível alterar a cor dos ícones de tela como: Bateria, wi-fi, hora?

    ResponderExcluir