25/04/2013

Nokia Lumia 620 - Review

Primeiro  chegou o IOS, depois o Android. E bem, bem depois, finalmente a Microsoft lançou um novo e moderno sistema Mobile: o Windows Phone 7, que veio substituir o pra lá de defasado Windows Mobile. Mesmo assim, o sistema não decolou e agora a Microsoft está apostando em uma segunda versão, o Windows Phone 8, que possui o mesmo kernel (núcleo) usado na versão desktop do Windows. Como os aparelhos anteriores são incompatíveis com esse kernel, uma nova geração foi lançada e entre eles está o Lumia 620, um dos aparelhos mais baratos a usar o Windows Phone 2 e objeto de análise desse artigo.



Características
  • Tela TFT de 3.8", 480x800, 16 milhões de cores,dens. de 246ppi, tecnologia Clear Black
  • CPU Snapdragon S4 dual core de 1GHz
  • 512MB de RAM, 8GB de memória interna
  • Câm. tras. 5MP c/ auto foco e flash de led, filma em até 720p
  • Câm. frontal VGA (0.3MP)
  • 3G HSPDA até 21Mbps, wi-fi b/g/n
  • A-GPS, GLONASS
  • Bateria de 1320mAh
  • Dimensões: 115.4 x 61.1 x 11 mm
  • Peso: 127 gramas
Design

O Lumia 620 tem um tamanho bastante compacto, porém ele é um pouco "gordinho", com 11mm de espessura. É muito comparado com os 7.6mm do Iphone 5, por exemplo. Porém, essa sensação acaba ao segurá-lo. O aparelho tem uma "pegada" muito boa, encaixando-se perfeitamente na mão e não dá a impressão de ser espesso.

A parte frontal é toda em vidro. Na parte superior estão a câmera frontal VGA, o alto-falante para chamadas e os sensores de luminosidade e presença. Logo abaixo está a tela, que está posicionada de uma forma pouco usual, "colada" na área superior e deixando um grande espaço na inferior, preenchido apenas pelos três botões capacitivos padrões do Windows Phone: Voltar, Iniciar e Pesquisar.

Na lateral direita estão os botões de volume, liga desliga/ bloqueio da tela e o de câmera. E na traseira estão a câmera de 5MP e o flash de led. Na parte de cima estão os conectores P2 para fone de ouvido e um microfone usado para cancelamento de ruído. Por fim, a parte inferior abriga a porta micro USB, usada para conexão de dados e carregamento, e o microfone.

A tampa traseira envolve todo o aparelho, chegando até as laterais. Ao ser retirada, notamos que o aparelho
fica totalmente exposto. Até os botões ficam na tampa. Ela pode ser substituída por tampas de outras cores, como azul, amarelo, rosa e verde. De fábrica, existem modelos com a tampa na cor branca e preta. O aparelho analisado possui capa na cor branca.

Outro detalhe interessante da tampa é que ela possui dois materiais diferentes em sua formação. Ao fundo está um plástico de cor sólida e na superfície existe mais um plástico de cor transparente. No caso das capas branca e preta, ambas são da mesma cor. Essa combinação cria um visual bastante bonito e diferente do que vemos em outros aparelhos.

O Lumia 620 é um aparelho pequeno e que não chama atenção pelo seu tamanho. Mas dependendo da cor da capa que estiver usando, jamais ele passará despercebido. Seu visual é bastante diferente, até mesmo do resto da família Lumia. Aqueles que gostam de estar sempre com um visual diferente no aparelho vão adorar a possibilidade de trocar as capas e existem modelos para todos os gostos, dos discretos aos mais extravagantes,

Tela

A tela do Lumia 620 possui 3.8 polegadas, com uma resolução de 480 x 800 pixels. Ela é uma tela LCD com tecnologia TFT. Até aí nada demais, pois pelas características é uma tela comum. Porém, realmente fiquei impressionado com a qualidade das imagens, as cores e o contraste. A Nokia utiliza uma tecnologia chamada Clear Black, que melhora o contraste e permite uma melhor visualização da tela em ambientes ensolarados. Não sei se toda essa qualidade é fruto do Clear Black, mas posso assegurar que a tela é realmente ótima.

Quanto ao tamanho, particularmente preferia uma tela um pouco maior, com 4" ou 4.3". Claro que uso um Galaxy Note II, que tem uma tela de 5.5", e isso deixa claro que prefiro telas grandes. Mas o formato compacto do Lumia 620 é ótimo para não chamar tanto a atenção em lugares públicos, permitindo o uso do aparelho sem tanta preocupação.

Processamento/ Hardware

O hardware do Lumia 620 está longe de ser ruim, mas também não é de chamar a atenção. Ele possui um processador dual core de 1GHz e 512MB de RAM. Porém, esse hardware é mais do que suficiente para o
Windows Phone 8, que é um sistema mais leve do que o Android, por exemplo.

E com esse hardware, o Lumia 620 é capaz de fazer tudo o que outros aparelhos mais poderosos fazem com quase a mesma desenvoltura. O sistema roda macio e fluído, os jogos, mesmos os pesados, como Asphalt 7 e Need for Speed, rodam bem. Somente alguns aplicativos demoram mais tempo para carregar, mas é uma diferença de poucos segundos e o sistema disfarça bem esse carregamento através de animações.

E esse é um grande trunfo que a Microsoft não aproveita: como aparelhos com hardware mais simples rodam bem o sistema, ela poderia lançar aparelhos de baixo custo com Windows Phone 8. E como ainda sim a experiência do usuário seria muito boa, ela poderia ganhar mercado, roubando usuários do sistema Android, principalmente aqueles que estão insatisfeitos com as limitações de seus aparelhos.

O Lumia 620 também possui Bluetooth 3.0 e NFC, que permite a troca de arquivos com outros aparelhos.
Sua memória interna é de 8GB, para  instalação de apps e arquivos (fotos, músicas, vídeos, documentos, etc.). Ele suporta cartões micro SD de até 32GB. Recomendo a compra de um cartão de memória para armazenamento dos arquivos, para que a memória do aparelho fique livre para apps, arquivos de sistema e para os mapas baixados.

Câmera

A Nokia tem uma boa reputação de lançar aparelhos com câmeras excepcionais. Inclusive as melhores câmeras para celular estão em aparelhos dela. Porém, o Lumia 620 é um aparelho mais simples e já não esperava uma câmera além do razoável. Porém, ela me surpreendeu e me decepcionou. Mas como assim?

Com 5MP e foco automático, a câmera do Lumia 620 fez fotos excelentes em ambientes com boa iluminação. Realmente a qualidade ficou ótima, acima do que vi em câmeras de outros celulares, com bom equilíbrio de cores. Porém, em ambientes escuros, o resultado foi o oposto: as fotos ficaram com bastante ruído e com um aspecto lavado. O flash de led costuma clarear demais os objetos próximos e deixam a imagem com um aspecto artificial. Resumindo, em ambientes claros a câmera é ótima e nos escuros ela apenas quebra um galho.

A filmagem pode ser realizada em até 720p à 30 quadros por segundo. Aqui a qualidade não é ótima, mas ficou muito boa, acima do esperado. Felizmente é possível usar o flash como iluminação durante a filmagem, melhorando a qualidade em ambientes escuros, mas ainda assim haverá muito ruído nas imagens.

Clique aqui para ver uma galeria de fotos realizadas com a câmera do Lumia 620.

Sistema

O IOS é um sistema igual para todos os aparelhos. Ele é praticamente igual até mesmo comparando-o em tablets e smartphones. Já o Android, na maioria das vezes, é totalmente personizado por cada fabricante, mudando interface, acrescentando e retirando apps. O Windows Phone fica justamente no meio termo destes dois sistemas.

A interface é a mesma nos aparelhos de todos os fabricantes e a Microsoft impõe essa padronização. Porém, a Nokia adicionou vários apps dela mesma que diferencia seus aparelhos dos concorrentes pelo software também e não somente pelo hardware.

E são apps muito bons como o Cinemagrafia, que cria fotos animadas; o Here City Lens, que usa a câmera do aparelho para exibir sugestões de restaurantes, bares, hotéis e outros serviços; o nokia música, que permite ouvir playlists e comprar músicas; e por aí vai, com o Estúdio Criativo, My Nokia, Nokia Care, Panorama, Foto Inteligente... A preocupação a mais que a Nokia dá à plataforma do Windows Phone pode ser um grande diferencial na escolha de um aparelho dela ou de outro fabricante.

O principal app que por si só já justificaria a compra de um Lumia é o Nokia Here (antigo Nokia Mapas).
Além de ser um mapa completo e tão competente quanto o Google Maps, ele ainda oferece a navegação totalmente em offline, permitindo que sejam baixados mapas do mundo inteiro. Ele também tem vozes narradas em português do Brasil, mostra o limite de velocidade da via e te avisa quando você o ultrapassou... Enfim, ele é bem completo.

Porém, a Nokia anunciou que em breve o Nokia Here estará disponível para aparelhos com Windows Phone de outros fabricantes. E por que ela faria isso? Para ganhar mercado no segmento de mapas e navegação. Mas isso é algo muito bom, já que donos de aparelhos de outros fabricantes poderão desfrutar dos recursos do Nokia Here.

Algo que não é exclusivo nos aparelhos da Nokia, mas que é importante mencionar é a instalação do aplicativo Office. E não é uma versão compatível. É o próprio Office, da Microsoft! Evidente que é uma versão simplificada da versão para desktop, mas nenhum outro aplicativo é tão integrado e mantém tão bem a formatação dos documentos gerados pela principal suíte de aplicativos de escritório do mercado. Os concorrentes até fizeram um bom trabalho com o editor de textos e um bom quebra-galho com arquivos de apresentações, mas em relação as planilhas o resultado sempre foi insatisfatório. Porém, na versão mobile do Excel, é possível até mesmo fazer o gerenciamento de filtros, algo que nunca funcionou direito em apps de terceiros.

O Lumia 620 também possui comandos por reconhecimento de voz, que funcionam muito bem, mas ainda são limitados comparados com a Siri (do IOS) e o Google Now. Mas ele reconhece e fala os comandos em português.

Mas se por um lado o Lumia 620 compartilha de todas as qualidades do Windows Phone, também sofre com seus defeitos. Infelizmente o sistema de notificações do Windows Phone é horrível, não havendo uma central unificada para consultá-las como no Android e no IOS. E isso faz muita falta. Também é necessário dar muitas voltas para habilitar wi-fi, bluetooth... Felizmente apps de terceiros minimizam esse problema. E a loja de apps do Windows Phone ainda está muito abaixo dos seus principais concorrentes, apesar de ter melhorado muito.

Particularmente, quando entro na loja de app do Windows Phone, me sinto quando entrava na Play Store
(antigo Android Market) quando comprei meu primeiro Android. Existem coisas boas, mas preciso procurar muito. E ainda faltam alguns apss essenciais, como um gerenciador de arquivos. Até mesmo para encontrar um bom app para twitter eu tive dificuldades, mas felizmente encontrei.

Bateria

Aqui vai a minha principal crítica ao Lumia 620: a bateria. Com 1320mAh, ela é suficiente para um dia de uso moderado e umas 6 horas de uso inenso. No fim do dia, você terá sempre que recarregar a bateria do 620. É verdade que a maioria dos aparelhos também são assim e eu tenha ficado mal-acostumado com a excelente bateria do Galaxy Note II, que aguenta até dois dias, mas vemos que muitos fabricantes tem dado mais atenção à questão da duração de bateria e a Nokia poderia ter feito um trabalho melhor nesse quesito.

Concorrentes

Custando atualmente 820 reais, o Lumia 620 possui muitos concorrentes. No mundo Android temos o excelente Razr D3, o Optimus L5 II e o Atrix TV. Todos mais ou menos na mesma faixa de preço. Mas, na minha opinião, seu principal concorrente será seu próprio irmão, o Lumia 520. Ele não possui a câmera frontal, o NFC e o flash de led, além do display ser de qualidade inferior, apesar de maior (4"), mas a performance é a mesma com um preço bem menor, abaixo dos 600 reais. O Lumia 520 . Acredito que isso e o lançamento do Lumia 720 fará o Lumia 620 ter seu preço reduzido em breve.

Conclusão

O Windows Phone 8 finalmente está no mercado e com ele chegou a 2ª geração de aparelhos. Entre eles está o Lumia 620, um dos aparelhos mais baratos a usar esse sistema. Mesmo assim, ele entrega uma experiência completa, assim como seus irmãos maiores (e mais caros). E compartilha das mesmas qualidades e defeitos do Windows Phone 8, que ainda precisa amadurecer muito, mas que possui uma ótima usabilidade e recursos. O aparelho é ótimo, mas precisa de uma maior redução de preço. 820 reais (já com a nova dedução de impostos) ainda é muito, sendo o ideal que ele fique entre 650~750 reais. Fora desse preço, é possível que seu irmão Lumia 520 o canibalize pois, mesmo possuindo menos recursos, está bem mais barato (599 reais).

0 comentários:

Postar um comentário