25/08/2012

Samsung Galaxy SII Lite review

Não é novidade que o Galaxy SIII levantou enorme expectativa para os consumidores, o mercado, os concorrentes... Todos queriam conhecer o poderoso smartphone que substituiria o também poderoso Galaxy SII. Mas tinha uma turma interessada no lançamento do SIII não para comprá-lo, e sim para ver o SII ficar mais barato, na faixa dos 1000 reais.

Só que o SIII saiu, na época custando 2100 reais. O SII continuou na faixa de 1400~1600 reais, para desespero de quem ficou aguardando uma queda de preços. Mas pelo menos a Samsung fez uma boa ação: Lançou um aparelho quase tão poderoso quanto o SII na faixa de 1000 reais: trata-se do Galaxy SII Lite!

Conhecido lá fora como Galaxy S Advance, esse aparelho é justamente isso: pode ser considerado uma versão avançada do Galaxy S original ou uma versão mais simples do SII. Claro que a Samsung aproveitou para pegar carona no sucesso do SII original ao dar um nome para o aparelho aqui no Brasil.

Especificações:



Como pode ser visto acima, o Galaxy SII Lite é bem mais próximo nas características técnicas do SII original do que do primeiro Galaxy S. Em compensação, ele é mais parecido com o Galaxy S do que com o Galaxy SII.



Hardware

SII Lite à esq. e SII normal à direita
Com um processador dual core de 1Ghz, 768MB de RAM e uma GPU Mali 400MP, o SII Lite faz bonito, com bom desempenho nos jogos, durante a navegação e no uso diário do aparelho. Ele não é tão poderoso quanto o SII, mas está bem mais próximo dele do que do SI, que fica comendo poeira bem atrás.

Numa comparação básica, o SII Lite fez 832 pontos no Vellamo, contra 968 do SII; no Quadrant foram 2857 contra 2959; e no AnTuTu foram 5159 contra 5660. Ou seja, o SII normal venceu todos, mas com uma diferença pequena. Em breve vou atualizar com os resultados do SI, para que vocês vejam o quanto o SII Lite está proximo do SII e distante do SI.

Tela do SII Lite à esq. e do SII à dir: repare no ícone da TIM, onde pode-se ver os pontos
O SII Lite possui uma tela de 4.0" com a tecnologia Super Amoled, a mesma do SI. As telas Amoled apresentam cores saturadas e na minha opinião as imagens são superiores às telas LCD. Porém, existe uma ressalva. As telas Super Amoled da Samsung (sem o "Plus") utilizam a tecnlogia PenTile, que não exibe imagens tão definidas quanto à tecnologia RGB. Futuramente desejo explorar mais sobre esse assunto em outro post. Na prática, não percebemos queda na definição quando são utilizadas telas com alta densidade de pixels, como acontece no Galaxy Note ou no SIII. Mas em painéis com resoluções menores e com baixa densidade de pixels, como o Galaxy SI e o SII Lite, é possível enxergar os pontos e notá-los em imagens com muitas tonalidades. Apesar deste detalhe, a tela Super Amoled do SII Lite é ótima, possui contraste muito superior às telas LCD e o preto não tem uma tonalidade acinzentada.

Câmera

Quanto à câmera de 5MP, ela possui foco automático e tira fotos muito boas, acima da média de outras câmeras de celulares que testei, com cores que não parecem lavadas. À noite, a qualidade cai, com bastante ruído, mas se você tiver um pouco de paciência, pode conseguir fotos razoáveis usando seu forte flash de led, que ilumina bem. O problema desse flash é que objetos muito próximos ficam claros demais e ele acaba mais atrapalhando do que ajudando. Por fim, ele faz filmagem em até 720p à 30 quadros por segundo. Sua câmera frontal de 1.3MP é mais que suficiente para vídeo-conferência, mas nem pense em usá-la para auto-retratos, a não ser que não se importe com a qualidade da imagem.



Design

Aqui está a maior razão deste aparelho ser chamado em outros países de Galaxy S Advance. Ele se parece muito com o Galaxy S original, seja de frente, seja de trás, a espessura... E isso é bom? Depende! O Galaxy S é um aparelho bonito e o SII Lite é ainda mais. Porém, confesso que o SII tem um visual mais peculiar, uma identidade mais forte e uma aparência mais sofisticada.

O que não muda nos três é o acabamento em plástico, que comparado com aparelhos de outros fabricantes, como Sony ou Nokia, dá a impressão de não usar materiais de qualidade. Verdade que o plástico ajuda a deixar os aparelhos leves, mas nesse caso acaba por reforçar a sensação de materiais simples, mesmo que esses aparelhos não tenham nada de simples no preço.

Mas em um aspecto, o SII Lite chama a atenção: a sua tela curvada! Assim como o Galaxy Nexus (ou Galaxy X no Brasil) a tela tem uma curvatura que chama a atenção quando colocada lado-a-lado com aparelhos com tela totalmente plana. É um detalhe que, além de bonito, melhora a ergonomia quando usamos o aparelho.



Interface

O SII Lite usa a já bem conhecida interface TouchWiz 4.0 da Samsung, que é bonita e prática, mas apresenta alguns engasgos irritantes. Eu particularmente prefiro o Android puro ou um launcher como o Go Launcher, mas comparando com a interface de outros fabricantes, até que a TouchWiz não é uma má opção.


Som

Não há muito à dizer sobre a qualidade do som. O alto-falante não é bom com sons graves (como a grande maioria dos aparelhos) mas é suficiente para quebrar o galho, apresentando volume similar ao SII. O fato do alto-falante ficar atrás o aparelho atrapalha um pouco mais. Já as qualidade do som nas ligações é ótima, assim como nos outros aparelhos da Samsung.

SII Lite à esq: saída do alto-falante fica no canto superior-direito. À direita está o SII normal



Bateria

O SII Lite vem com a mesma bateria do SI, de 1500mAh, que é o suficiente para um dia de uso. Usando a internet em 3G, vendo alguns vídeos no Youtube e no aparelho, lendo emails e acessando redes sociais, realizando pouquíssimas ligações, iniciando às 7hs, ele chegou à 17% de bateria às 18hs. Uma marca comum em relação aos demais aparelhos.



Similares

O SII Lite (esq.) é apenas 1.2mm mais espesso que o SII (direita)

A categoria mid end (intermediária) está repleta de boas opções custo x benefício, o que torna a escolha um pouco mais difícil. Entre as principais alternativas ao Galaxy SII Lite, podemos destacar:


  • Huawei Honor - Pelo mesmo preço do Galaxy SII Lite (+ ou - 1000 reais), você tem um aparelho, com atualização garantida para Android 4.0 (a atualização para o SII Lite é uma ingónita), boot em 5 segundos, bateria com excelente duração e câmera de 8MP. Mas a qualidade da tela é inferior ao SII Lite, a construção do aparelho é ainda mais simples e a CPU, mesmo sendo de 1.4Ghz, é inferior à CPU dual core de 1Ghz do SII Lite. Fora o suporte pífio da Huawei, que já pude conferir com o tablet S7.
  • Xperia U - Custa por volta de 900 reais ou até menos, tem uma construção muito mais sólida que o SII Lite, visual muito bonito (mas há quem discorde), processador dual core de 1Ghz e câmera de 5MP, tudo isso com a marca Sony, que é tradicional e confiável. Mas sua memória RAM é menor, com 512MB (contra 768MB do SII Lite), tem a tela de apenas 3.5" e não possui saída para microSD, forçando o usuário a se contentar com apenas 4GB para armazenar arquivos/ fotos/ vídeos/ músicas.
  • LG L7 - Também na faixa dos 1000 reais, esse aparelho já vem com Android 4.0, possui uma tela de 4.3", câmera de 5MP, visual bacana e bateria de boa capacidade. Mas seu hardware é bastante modesto comparado com os demais, com um processador mono-core de 1Ghz, GPU Adreno 200 (a mesma de aparelhos básicos como o Optimus Net e o Motorola XT 317), 512MB de RAM e 4GB de memória compartilhada entre sistema, apps e dados do usuário.
Existem ainda outras opções novas e antigas, como o L5 dual, Xperia Play, Optimus 2X, Milestone 3, Atrix TV...



Conclusão:

Economizando mais ou menos 400 reais, você tem um aparelho que não é tão poderoso quanto o Galaxy SII, mas que está bem próximo e que facilmente é um dos melhores  custo x benefício da atualidade. Tem poder de sobra para o dia-a-dia e só está distante em performance em relação ao Galaxy SIII. Mas isso não é problema, pois vemos que o poder do SIII ainda está longe de ser exigido. Suas únicas ressalvas são quanto à pouca memória interna (fácil de contornar usando um cartão de memória) e em relação às futuras atualizações, já que não sabemos se a Samsung irá disponibilizar o Android 4.1 ou mesmo o 4.0. Uma atualização aumentaria ainda mais o brilho deste aparelho.






5 comentários:

  1. Acho sacanagem esse aparelho ter sido lançado. Eles tinham era que baratear o SII, que já está defasado [tanto que existe o 3] e em vez disso, lançam um aparelho 'capado' pra custar 1000 reais enquanto o 2 custa 1500 e o III, 2000. O pior é ter gente que compra e acha o máximo. Gastar mil num aparelho versão capada de um já defasado tecnologicamente e esteticamente.

    Marcos Tony

    ResponderExcluir
  2. Marcos, eu nao vejo assim. Mesmo que o SII tivesse caído de preço, dificilmente ele iria custar 1000 reais. Especulavam um valor de 1100 reais pra ele. Mas isso não quer dizer que o SII Lite seja ruim, tanto que o desempenho dele é muito próximo do SII original. O que falta para esse aparelho mesmo é uma atualização para uma versão mais recente do Android, pelo menos a 4.0 Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Pois continuo achando um absurdo o preço, ainda mais sabendo que o acabamento é num 'primoroso e nobilissimo' plástico.

    Marcos

    ResponderExcluir
  4. Mas dá uma olhada no Galaxy SII, no Note ou até mesmo no poderosíssimo SIII, todos são aparelhos top, mas usam o acabamento em plástico. Infelizmente seria bem melhor se usassem metal ou algo mais nobre, mas isso continua fazendo deles excelentes aparelhos. Acredito que ocorra o mesmo com o SII Lite. Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Tb acho que deveriam usar metal. Sao carissimos e... de plástico. Li um review do SIII onde se elogiava muito o aparelho como 'o melhor smartphone' mas se criticava justamente o uso do plástico com aparencia de má qualidade.
    http://info.abril.com.br/reviews/hardware/smartphones/galaxy-s-iii.shtml
    Nenhum smart, por melhor que seja vale 2000 mil reais. Algum deles custa 1000 doláres nos states? claro que nao...
    Marcos

    ResponderExcluir