09/02/2012

Review Ypy 7 3G



Hoje o mercado está inundado de tablets para todos os gostos. Parece fácil encontrar a opção certa, mas não é bem assim. Se você deseja um tablet de tamanho menor, como 7 polegadas, as opções caem drasticamente; se você não deseja um modelo xing-lin, cai mais ainda; por fim, se está procurando um modelo com 3G, esse número se resume em apenas três: o Samsung Galaxy TAB, o Huawei S7 e a estrela deste review, o Positivo Ypy.
Especificações:
Tela LCD capacitiva multi touch de 7" polegadas com resolução de 1024x768 e 16 milhões de cores
Processador ARM Cortex A8 de 1Ghz
Chip gráfico PowerVR SGX 540
Memória RAM de 384MB (estimado)
Memória interna de 3GB para armaz. de dados + 1GB para para apps
Suporte a cartões de memória de até 32GB (cartão de 8GB incluso)
Android versão 2.3.4 (gingerbread)
Câmera frontal de 2 Megapixels
Wi-fi b/g/n, bluetooth 3.0, 3G
Bateria com autonomia de até 9hs
Medidas: 203,2 x 139,5 x 11,9 mm
Peso: 420g
Design
O Ypy é um tablet com um visual diferente dos demais. Ele possui uma borda larga em torno da tela e outra borda em torno da primeira borda. Isso parece um pouco estranho pois parece que seria possível até encaixar uma tela maior sem aumentar o tamanho do aparelho. Essas bordas são de plástico black piano, que podem arranhar e deixar marcas. Pelo menos elas não arranham tão facilmente, como alguns plásticos com pintura black piano que já vi. Na parte de trás acredito que a Positivo tomou uma decisão mais acertada, colocando um plástico de tom marrom-acizentado com linhas diagonais em alto relevo, que impede arranhões e não deixa de ser bonita. 
Assim como o Huawei S7, o Ypy foi projetado para uso na horizontal. Possui uma tela de 7" no formato 4:3, igual o das antigas TVs de tubo e do Ipad. Esse formato é mais adequado para leitura de livros e para navegação na internet. Todos os demais tablets Android que conheci possuem uma tela mais retangular, no formato 16:9 ou 16:10, que são melhores para assistir filmes. Essa tela possui a ótima resolução de 1024x768, maior que a do Galaxy Tab e igual a do Ipad, mas com a vantagem de estar numa tela menor (mais pixels numa tela menor=melhor definição). Mas é importante lembrar que o Ipad usa ula tela do tipo IPS, que é muito melhor que as telas TFT usadas na maioria dos tablets.
Na parte inferior estão os dois alto-falantes estéreo, que dão um som acima da média, comparado com outros aparelhos. Também na parte inferior está uma tampinha que dá acesso ao cartão microSD e ao cartão SIM (nas unidades com 3G). Essa tampinha me deu um pouco de trabalho para abrir até pegar o "jeito". Na lateral direita estão as saídas para fone de ouvido; a mini-USB, usada para sincronização com o PC, troca de dados e para carregar; e a mini-HDMI usada para ligar num monitor ou numa TV. Na parte superior estão os botões liga-desliga, também usado para travar e destravar a tela e o botão para travar e destravar a rotação automática da tela.
Enfim, é um design diferente, que o torna fácil de identificar, apesar de que as bordas poderiam ser menores. Seu tamanho é maior que o Galaxy TAB e menor que o S7, mas devido ao seu peso bem espalhado, dá a impressão de ser mais leve que estes dois. A crítica vai para os botões capacitivos no canto superior direito, que são várias vezes apertados involuntáriamente quando se usa o aparelho na horizontal.
Hardware
O Ypy vem com um conjunto muito semelhante ao do Galaxy TAB, usando o mesma CPU e GPU, um ARM Cortex A8 de 1Ghz e uma Power VR SGX 540. A Positivo não divulga a memória RAM do Ypy, mas usando programas encontrados no Market indicam que ele vem com 384MB. É uma quantidade não usual em aparelhos com Android, mas que parece ser suficiente para essa versão do Android, pois todos os apps que testei rodaram bem. Algo que gostei no Ypy é que ele tem um desempenho bom em jogos e ao rodar vídeos. Sua tela capacitiva também tem uma resposta muito boa e aceita multi toques.
Este tablet também roda o Flash sem problemas (ao acessar a primeira vez o navegador, já é perguntado se deseja instalar a última versão do Flash), desde que seja usado para assistir vídeos e para sites que usam moderadamente essa tecnologia. Jogos em Flash são impraticáveis, não só no Ypy, como em qualquer 
outro tablet.

Uma bola fora da Positivo foi não ter incluído um módulo GPS no Ypy 7. Apesar disto, ele consegue informar sua localização aproximada através de triangulação de antena (na versão 3G) e pela conexão wi-fi.

Interface
A Positivo desenvolveu uma interface específica para os seus tablets, que possuem 5 telas diferentes para a inclusão de apps: Jogos e Educação, Comunicação, Principal, Ferramentas e Revistas e Jornais. Em cada tela, existe uma pasta de onde é possível acrescentar e retirar apps, além de poder acrescentá-los através da gaveta de apps. Na parte superior, existem ícones que quando pressionados por alguns segundos exibem uma miniatura de cada uma das telas, podendo "pular" diretamente para cada uma. Na parte inferior, existem atalhos de acesso para a internet, email, gaveta de aplicativos, loja de apps e redes sociais. 
Uma das coisas que mais gostei neste tablet é que ele é perfeito paras aqueles que não tem muita intimidade com tecnologia. Ao ligá-lo pela primeira vez, o Ypy entra diretamente num tutorial que ensina como manuseá-lo, para que serve cada botão, dicas de uso, etc. E esse tutorial pode ser acessado a qualquer momento através de um ícone na tela principal.
Algo que a Positivo alardeou como diferenciais do Ypy para o mercado brasileiro em relação à outros tablets, como a adição do ".br" e do "ç". Acho bacana essas adições, mas achei um pouco de exagero dar tanta ênfase à isso... Algo que eles implantaram e que achei muito melhor é a adição de mais uma coluna no teclado virtual com os números de 0 a 9, que facilitam demais a digitação. Quem digita em teclado virtual, sabe do que estou falando. E a Positivo nem cita isso em suas apresentações...
O Ypy vem com duas lojas de aplicativos: o Android Market e uma loja exclusiva da Positivo. Honestamente, não vi muita necessidade em uma segunda loja de apps (já conferi isso ao testar a loja de apps da Samsung). Hoje, a maioria daquilo que procuramos encontra-se no Market. E mesmo os apps desenvolvidos para smartphones não ficam ruins em tablets de 7 polegadas. Quem sabe se a Positivo se dedicar a criar apps legais para seus tablets, que aproveitem melhor o tamanho da tela, eu mude de idéia.
Som
Como mencionado anteriormente, o Ypy vem com dois alto-falantes estéreo com um som acima da média, que são muito bons para ouvir música sozinho em um ambiente sem muito barulho. A Positivo incluiu dois programas para escutar músicas, o padrão do Android e outro feito por eles. Acho que deveriam ter optado por um por outro, visto que a Positivo procurou desenvolver um produto para leigos. O player da Positivo é mais polido que o original do Android, com uma interface mais bonita e mais adequada para o tablet.
Bateria
Um bom motivo para escolher o Ypy é a sua autonomia. A Positivo declarou que ela possui até 9 horas, mas na prática, em uso intenso, mesclando acesso à internet, música e jogos, ela durou 7 horas, um valor ainda muito bom. É mais ou menos equivalente ao Galaxy TAB e bem superior à duração do S7.
Similares
Como competidores diretos do Ypy, temos o Galaxy TAB da Samsung e o S7 da Huawei. O primeiro é mais caro e o segundo é mais barato, ficando o Ypy num meio termo entre os dois. A versão wi-fi do Galaxy TAB tem praticamente o mesmo hardware do Ypy wi-fi, com a vantagem do GPS embutido, mas com a desvantagem de ser em média R$ 100,00 mais caro. Já a versão 3G do Galaxy TAB é em média R$ 350 mais caro que o Ypy 3G, mas possui a mais a TV digital e a possibilidade de ser usado para fazer chamadas (não costumo usar), além do GPS. O S7 só tem na versão 3G, com GPS e opção pra fazer chamadas, mas GPU mais fraca e autonomia de bateria menor. Veja abaixo uma comparação média dos preços:
Huawei S7: 700~750 reais
Ypy wi-fi: 900 reais
Galaxy TAB wi-fi: 900 reais
Ypy 3G: 1100 reais
Galaxy TAB 3G: 1450~1700 reais
Pela comparação acima, podemos perceber que o Ypy 3G é se torna a opção mais apropriada para quem não abre mão do 3G e não quer pagar o preço de um Galaxy TAB com 3G. Se ele custasse entre 900 e 1000 reais, seria uma opção perfeita.
Conclusão
Para quem procura um tablet de 7 polegadas, de um bom fabricante e um preço na faixa dos 1000 reais, o Ypy é uma ótima alternativa. O bom hardware, boa tela, a preocupação com aqueles que tem pouco conhecimento com tecnologia, tudo isso produzido por um fabricante nacional são seus destaques. Pena não ter um GPS embutido e um preço mais em conta, que poderia alavancar bem mais suas vendas.
                                               

3 comentários:

  1. Pelo que li parece ser bom mas a marca levanta suspeitas. meu irmao tem um note da Positivo que é péssimo

    Marcos tony

    ResponderExcluir
  2. Marcos, o tablet é bem construído e a garantia da Positivo funciona bem (já vi gente que teve problema com o tablet). Mas atualmente existem opções melhores, como O Galaxy Tab Plus e, quando chegar ao Brasil, o Nexus 7. Mas o Positivo é uma boa pedida pra quem não tem muita experiência com tablets, pois já vem com muitos aplicativos e os vídeo-tutoriais ajudam bastante.

    ResponderExcluir
  3. Tendo um tablet ypy 7, meu cartão de memoria não ler,indica que ta inserido no tablet mas não aparece nada! é o surporte do tablet que não aceita esse cartão? se for qual o suporte do tablet para cartão de memoria, tenho um micro sdhc da kingston de 4GB ! me ajuda por favor

    ResponderExcluir