09/02/2012

"Por que você comprou um tablet?"


Essa é uma pergunta que ouço sempre quando estou usando um dos meus. Vou tentar explicar neste post o motivo.
Ao contrário da maioria das pessoas que desdenharam o lançamento do Ipad pela Apple, eu vi nele uma grande utilidade desde o primeiro momento. Pensei que, se ele fosse bom para navegar na internet, seria ótimo para usá-lo enquanto estivesse deitado. Eu usava muito o notebook enquanto estava deitado na cama, mas é simplesmente terrível digitar com ele apoiado na barriga. Mesmo com um suporte de notebook você acaba precisando ficar sentado para conseguir digitar. Além de resolver esse problema, um tablet é muito mais fácil de transportar e  é possível usá-lo em vários lugares que eu nem ousaria tentar com um notebook.
O único impasse era o valor. Achava muito dinheiro gasto somente para poder usar deitado ou levar para onde quisesse. Para piorar, o Ipad não tinha câmera, saída de cartão de memória nem algo que pudesse me fazer pensar: "Puxa, além de tablet, ele tira foto, faz isso, faz aquilo". Acabei deixando o sonho de ter um Ipad de lado, apesar de ser um aparelho com um sistema operacional sensacional.
Passou algum tempo quando tive a oportunidade de ter um Galaxy Tab 7", através de um grande desconto que ganhei, somado a um presente de aniversário da minha mãe que recebi em dinheiro. O Galaxy Tab 7" não só era um tablet, com ainda tinha 3G, câmeras traseira e frontal, saída para cartão de memória e ainda vinha com TV digital e analógica! Tantas funcionalidades num só aparelho, com um mínimo de dinheiro que pude gastar me fizeram comprá-lo na hora!


O tamanho, 7 polegadas, não foi um fator contra. Muito pelo contrário. Um tablet de 7 polegadas pode ser facilmente usado num shopping, numa lanchonete, num parque, etc, sem chamar tanto a atenção. Ele não ocupa muito espaço na mochila (mulheres, cabe até na sua bolsa!) e a tela é muito maior que a de um smartphone. A capa de couro que veio com ele o torna ainda mais discreto, pois com ela o tablet fica parecido com uma agenda.
Passado um bom tempo, comprei também o Ipad, mas esse nem foi por necessidade ou por achar que o Galaxy Tab não dava mais conta... Foi por pura curiosidade e desejo de ter um aparelho da Apple. E realmente é um tablet fantástico, onde o sistema é muito rápido e as telas são bastante fluídas. Mas faz muita falta uma saída para cartão de memória...
O tablet acabou meio que aposentando meu notebook, que uso apenas para os aplicativos Office (Word, Excel) ou quando preciso digitar um texto longo (como este). É muito mais prático um aparelho que possa ser levado para todo lugar, que tenha uma bateria que dure muito tempo longe da tomada e que permita acessar rapidamente sites, redes sociais, emails e tantas outras coisas.

0 comentários:

Postar um comentário